Tudo por um bebê


Conta-se que um Rei vinha todo feliz na sua carruagem real e resolveu dar uma parada para ver a maravilhosa paisagem que o local por onde ele e seus súditos passavam proporcionava. Ouvi-se um barulho muito forte, não se sabe o que realmente ocasionou aquele estampido, parecia uma arma de fogo sendo disparada bem ao lado da carruagem.

Os cavalos assustados logo sairão em disparada, ninguém conseguiu detê-los. Ouve muita gritaria na hora, todos ficaram atordoados, mas sem pensar duas vezes o Rei conhecido por sua destreza e força física agarrou-se na parte de trás da carruagem e foi tentando para-la. Dois quarteirões sendo arrastado, machucado, sangrando, todo esfolado, mas conseguiu por fim parar a carruagem descontrolada.

Uma grande aglomeração se formou em volta do Rei e da sua carruagem.   Alguém no meio do povo disse: Nossa por que ele fez isso! Ficou todo desfigurado, perdeu uma das orelhas, sua boca não para de sangrar, hematomas ele tem por todo corpo e agora está agonizando esperando somente a morte. Um dos presentes percebendo que o Rei ainda respirava, perguntou-lhe: Por que Majestade Tu te sacrificaste por uma desprezível carruagem?

O Rei sem perder o ar de majestade, sabendo que seria suas ultimas palavras, ainda sentindo uma dor excruciante, balbucia as seguintes palavras: Ele está dentro da carruagem. Ninguém entendeu nada, foram olhar dentro da condução real e havia uma criança dormindo. Era o filho do Rei. Criança linda, perfeita, intacta e sem sofrer nenhum arranhão, por causa da coragem de seu pai.

Esse é o nosso Senhor Jesus, ele se sacrificou pelo bem estar dos seus, suas pisaduras, dores, marcas e rejeições são motivos do bem estar espiritual que gozamos diante do Pai.

Jesus Cristo fez por nós o que ninguem seria capaz de fazer! Aleluia.